Leitura crítica

O bom escritor não é aquele que escreve bem; é aquele que escreve bem e sabe aproveitar as críticas dos seus primeiros leitores para conferir dimensão e profundidade ao texto.

O leitor crítico é um leitor especializado, que reúne conhecimentos de teoria literária e experiência com o mercado editorial. Assim, é capaz de emitir críticas construtivas que consistem na avaliação do texto de acordo com as necessidades literárias e/ou editoriais.

Todos os gêneros literários podem ser objeto de uma leitura crítica. Na análise de textos de ficção, são verificados elementos como: 

  • Composição: estrutura, forma, coesão, coerência; 
  • Ação e tempo dramáticos: enredo principal, enredos secundários, pontos de virada, cena central, obstáculos, complicação, reversão da expectativa, momentum, ritmo;
  • Enredo: apresentação, desenvolvimento, clímax, epílogo;
  • Situação: tempo, espaço, catalisador;
  • Personagens: motivação, objetivo, identificação, ação;
  • Conflito: interior, relacional, social, situacional;
  • Narração: voz narrativa, descrições, diálogos.

Na leitura crítica de poemas, avaliamos, entre outros aspectos, os seguintes elementos

  • Figuras de linguagem: metáfora, metonímia, antítese, etc.; 
  • Melopeia: ritmo, rima, aliteração, assonância;
  • Fanopeia: imagens, sinestesia;
  • Logopeia: semântica, figuras de sintaxe, jogos de palavras, referências culturais;
  • Versificação: métrica, estrofes, elisão, encadeamento.

Caso seja do seu interesse, oferecemos os serviços de ghostwriting e de aconselhamento editorial. Além disso, para que o texto fique perfeito, conte com os nossos serviços de revisão (correção ortográfica e gramatical) e preparação do texto (adequação, clareza, coerência e coesão).


Saiba mais sobre mim (aqui) e sobre o meu trabalho (aqui).